terça-feira, 8 de março de 2016

Estupro na Unicamp

  Eu fico abismado com as coisas que leio no jornal do sindicato.
  É inacreditável a capacidade que esse pessoal tem de mentir, distorcer informações.
  Eu nem era tão de direita, mas ao analisar esse pessoal de esquerda quis ficar o mais distante deles o possível.
  Fui me deslocando para direita.

  Vejam esse dado de 2015:

   “Roraima é o estado com a maior taxa de estupros do país, levando em conta os boletins de ocorrência: 55,5 casos a cada 100 mil habitantes.” [G1]

  Transformando isso em porcentagem dá:  0,0005%

  Pois bem, o Jornal do Sindicato aponta as Universidades Brasileiras como campeoníssimas de estupro, passando muito, mas muito mesmo dos índices de Roraima.

 “28% das Universitárias foram vítimas de estupro.”
  [Jornal do STU]

  Para você que não sabe nada de porcentagem o Sindicato está afirmando que a cada 4 universitárias uma já foi estuprada.
  Caraca! Deve ter estudante na Unicamp adorando ser estuprada!!!

  É evidente que é um absurdo, uma mentira deslavada.
  Usar um ato tão revoltante quanto o estupro só para promover uma ideologia... é repulsivo.

  Eu li e reli várias vezes descrente do que estava lendo.
  Procurei por um possível erro de digitação, mas não tem sinais disso.
  É má fé mesmo.

  Quero ficar cada vez mais distante desses movimentos de esquerda.


______________________________________________________________