quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Inquisição

Giordano Bruno foi morto na Inquisição Católica

  Isso é um fato bem registrado, não tem como ser negado.
  No entanto um homem na posição dele evitaria facilmente a morte na Inquisição, se ele decidiu morrer pelo que acreditava ... é uma atitude nobre, mas foi uma decisão pessoal.
  Isso aconteceu com Sócrates, Jesus e tantos outros famosos e desconhecidos.

“A Inquisição é um grupo de instituições dentro do sistema jurídico da Igreja Católica Romana, cujo objetivo era combater a heresia.
  Começou na França a partir de 1250.
  Avançou para Espanha e Portugal.
  Um foco particular das inquisições espanhola e portuguesa era converter forçadamente judeus e muçulmanos ao catolicismo, em parte porque esses grupos minoritários eram mais numerosos na Espanha e em Portugal do que em muitas outras partes da Europa e em parte porque muitas vezes eles eram considerados suspeitos devido à suposição de que haviam secretamente voltado a praticar suas religiões anteriores.
  Estima que o número total de pessoas julgadas por tribunais inquisitoriais ao longo da sua história foi de aproximadamente 150 mil, dos quais cerca de três mil foram condenadas a morte - cerca de dois por cento do número de pessoas que foram a julgamento.” 
 [Wikipédia]

  Ateus gostam de falar da Inquisição, realmente foi horrível, mas a URSS ATÉIA fez muito pior em bem menor tempo.

  Em cerca de 350 anos a inquisição matou 3 mil pessoas.

  Vejam o que os Ateus fizeram em 3 anos na Ucrânia:

  “Com base na acusação arbitrária de pertencerem à categoria dos kulaks (camponeses ricos e hostis ao poder soviético), os "socialmente estranhos" ao novo sistema agrícola kolkhoziano, são desterrados a título definitivo para outras regiões, principalmente para o Cazaquistão e a Sibéria.
   Por outro lado, as operações de deportação visavam fornecer os recursos humanos necessários à colonização e exploração das imensas riquezas naturais, existentes nesses territórios desabitados.
  No entanto, em muitos casos, as vítimas da repressão foram simplesmente abandonadas nesses territórios distantes e inóspitos.
  Em consequência disso, aproximadamente 500 mil deportados, entre os quais muitas crianças, morreram devido ao frio, à fome e ao trabalho extenuante.

  Se você fosse contra a doutrina católica tinha a possibilidade de ficar quieto e não sofrer nenhuma consequência ou se arrepender e ser absolvido com alguma penitencia, isso por volta de 1500.

  Em pleno 1930 se você fosse suspeito de ser contra a doutrina Marxista/Stalinista era enviado para trabalhos forçados, em muitos casos sinônimo de morte.

  E aqui temos esse outro fato.

  Ateus tem um passado tão repugnante que deveriam se envergonhar de condenar o passado dos religiosos.

  Vamos seguir adiante e tentar não errar mais.
  Não temos notícias do Vaticano mantendo atualmente campos de concentração.
  Enquanto isso na Coreia Comunista ...

  “Coreia do Norte admite existência de campos de concentração para ‘reformar’ cidadãos.”



















segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Não gostaria que Lula fosse preso

  Quem não gosta de FHC e/ou acredita que ele cometeu crimes não vote nele.
[William Robson]
___________________________________________________________________
  “Imagino que a sua sugestão de pena com relação ao Lula também seja apenas essa, ou menos que isso, pra ser coerente. 
 [Comentarista no G+]
__________________________________________________________

  NO MÍNIMO NÃO DEVEMOS VOTAR EM LULA.

  Em 2002 eu votei no Lula e não votei no Serra porque havia muitas suspeitas de corrupção.

  Esperava que o Governo petista além de ser honesto punisse (caso tivesse provas) qualquer crime cometido no governo anterior.

 O que foi descoberto com provas cabais foi o Mensalão do PT.

  Se o PSDB tinha práticas corruptas o PT ao invés de expor, punir e corrigir ... preferiu assumir a “boca de fumo”.

  EU PARTICULARMENTE GOSTARIA QUE LULA DISPUTASSE AS ELEIÇÕES DE 2018.

  Sua rejeição é alta e ele será derrotado nas urnas, isso seria muito bom.

  Eu conheço o suficiente de história para temer que uma prisão de Lula possa o transformar em um “mártir”.
  Como ele já tem uma certa idade pode morrer na prisão e daí vira quase um santo 😃

  HOJE EM DIA TEMOS A INTERNET, NÃO ESTÁ FÁCIL SANTIFICAR NINGUÉM.

  As pessoas terão acesso a todo tipo de informação e verão que se Lula for preso será algo merecido.

  No entanto a lógica não impera em nosso mundo.

  Tanto que apesar de todas as informações disponíveis o que não falta é “lulista”

   Por isso preferia não me arriscar.
   É melhor Lula derrotado nas urnas que preso.

  O duro é que com tantas evidências surgindo ... como não prender Lula?

  Boa sorte a todos nós brasileiros .... vamos precisar.






▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

domingo, 18 de setembro de 2016

Provas contra Lula

  “DENTRO DAS EVIDÊNCIAS que nós coletamos, a nossa convicção, COM BASE EM TUDO QUE NÓS EXPUSEMOS, é de que Lula continuou tendo proeminência nesse esquema, continuou sendo líder desse esquema.”
[Deltan Dallagnol]



 Observem que em 10 DE MARÇO DE 2010.

 Toda imprensa noticiou que o Tríplex pertencia a Lula e ele Presidente não negou a informação.
  [Lembre-se que Dilma só assumiu em 2011.]

 “O PRESIDENTE Luiz Inácio Lula da Silva e sua mulher, Marisa Letícia, são donos de uma cobertura na praia das Astúrias, no Guarujá, mas amargam há cinco anos na fila de cooperados da Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo) para receber o imóvel.
 
  A solução encontrada pelos cerca de 120 futuros proprietários do empreendimento foi deixar de lado a Bancoop e entregar o Residencial Mar Cantábrico à construtora OAS, que prometeu concluir as obras em dois anos.

 PROCURADA, A PRESIDÊNCIA CONFIRMOU QUE LULA CONTINUA PROPRIETÁRIO DO IMÓVEL.

  A construção, no entanto, permanece parada porque a empresa ainda está regularizando os documentos de transferência do imóvel.
  A única alusão à mudança é um painel da OAS, anunciando que ali haverá um empreendimento da construtora.
  O vigia do imóvel não pode abrir os portões nem aos antigos cooperados, mas o que se vê, além do muro, é que apenas uma das duas torres originais do projeto foi erguida.
  No local, imóvel como o de Lula pode passar de R$ 1 milhão

  O prédio, no entanto, está no osso: sem nenhum acabamento, nem portas, janelas ou elevadores.

  É NELE QUE A FAMÍLIA LULA DA SILVA DEVERÁ OCUPAR A COBERTURA TRIPLEX, COM VISTA PARA O MAR.

 Apesar dos imponentes 19 andares e de um projeto que prevê duas torres, com apartamentos entre 80 e 240 metros quadrados, o Mar Cantábrico é conhecido na vizinhança como "o prédio abandonado".


  Na declaração de bens feita para a candidatura à reeleição, em 2006, o presidente informou sobre o imóvel, afirmando ter participação na cooperativa habitacional para o apartamento em construção.

  O CONTRATO FOI ASSINADO EM MAIO DE 2005, EM NOME DA PRIMEIRA-DAMA.

  Segundo a declaração feita por Lula ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a família já havia pagado R$ 47.695,38.

  Mas o apartamento mais simples, de três quartos, foi oferecido pela Bancoop por R$ 192.533,20. O medo de muitos deles é que agora o preço final chegue a triplicar, já que o empreendimento foi incorporado pela OAS, que não cobrará o prometido preço de custo da Bancoop."
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
    “No papel, o sítio está em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, parceiros comerciais de Fábio Luís da Silva, filho de Lula.
  O Lula nega ter participação no imóvel, mas viajou 111 vezes ao sítio; um número que indica bem mais do que uma visita a amigos.”




▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Eleitor Preguiçoso

  “O Brasil não cobra vergonha na cara de ninguém. Ato contínuo… ninguém tem vergonha na cara. Vejamos mais esta:
  O ex-presidente Lula, atoladíssimo em escândalos provados e comprovados de corrupção, investigado em sabe-se lá quantos inquéritos e denunciado em sei lá quantos processos, foi convidado — e aceitou — para a cerimônia de posse da ministra Carmem Lúcia na presidência do STF.”
___________________________________________
  Quem não confia no STF ... tem mais um motivo para usar a INTELIGÊNCIA.

  A PRIMEIRA COISA É PRESSIONARMOS POR VOTOS IMPRESSOS NAS URNAS ELETRÔNICAS.

  A SEGUNDA É PRESSIONAR POR VOTO FACULTATIVO.

  Depois é não votar em ninguém que tenha “historias cabeludas” muito mal explicadas.

  Muitos boatos são espalhados sobre todos os políticos.
  Se você depois de analisar bastante chegar à conclusão que o político realmente foi corrupto e/ou incompetente, não vote nele.

  Na hora do voto você é o juiz.

  Se você é um eleitor preguiçoso tenho uma sugestão que eu mesmo pretendo seguir.
 
  Tenho votado nos mesmos vereadores e deputados faz alguns anos.
  Que eu saiba nenhum deles fez nada grave que justifique eu mudar meu voto.
  Mas alguns já estão no quarto e quinto mandato.
  O Brasil precisa de uma renovação política, mas nosso sistema eleitoral não favorece.

  Quero o voto distrital, mas enquanto ele não vem o que a lógica sugere para tentarmos uma renovação?

  Vamos usar o voto de legenda.

  Pesquisar sobre o candidato a prefeito é mais fácil que pesquisar sobre os inúmeros vereadores.

  Aqui em Campinas meu candidato a prefeito é 40.
  Pretendo votar nessa legenda.
  Vou eleger desconhecidos?
  Sei lá, pelo menos caso meu candidato ganhe terá maior apoio político na câmara para tocar os projetos.
  No mais é acompanhar as notícias, se o vereador eleito desconhecido pisar na bola ficarei sabendo.
  Agora que dispomos das Redes Sociais é importante elogiar o político que faz algo louvável e questionar o que faz algo reprovável.
  Não vai ser interessante para os partidos ter indivíduos com baixa popularidade em suas legendas.

  Claro, se você conhece muito bem um candidato a vereador e admira seu trabalho ... vote nele independentemente de partido.

  No meu caso é uma questão de princípio.

  Um cidadão que fica muito tempo na câmara sai fora da realidade.

  Se eu tivesse poder limitaria o mandato de deputados e vereadores a uma reeleição.
  Ficaria assim:
  O cidadão foi eleito fica 4 anos.
  Conseguiu a reeleição fica mais 4 anos.
  Para vereador fica inelegível por 4 anos.
  (pode se candidatar a outros cargos, deputado, governador, senador, presidente)

  Em nossas cidades temos muitos políticos “profissionais”.
  Não tenho nada muito contra isso, se o indivíduo tem talento para política que faça bom proveito.
  Entretanto é bom afasta-lo da câmara por 4 anos, para dar chance ao novo ou para esse político arejar as ideias.

  O mesmo serve para deputados.
  Concentre-se em eleger um bom Governador, vote na legenda para lhe dar sustentação política.
  Exalte os bons e denuncie os ineficientes.

  E para Presidência?
  O raciocínio segue a mesma linha.
  Escolha um bom presidente e vote na legenda para que ele tenha boa sustentação política.
  No entanto, no caso de Senadores e Deputados Federais espera-se que seja um pessoal experiente, mais conhecido, com um histórico de realizações.
 Principalmente no caso de Senadores vale a pena muito cuidado e pesquisa.
  Eles são eleitos por 8 anos e tem grande poder.

  Você não quer a Judicialização da política?

Judicialização - Quando se tenta resolver uma contenda, um conflito, se não conseguir por meios de acordo, entra-se com uma judicialização para que o juíz determine uma sentença, um resultado para tal contenda.
 
  Eu também não.

  O caminho é melhorarmos nosso voto e por consequência a política.



▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

sábado, 3 de setembro de 2016

Eutanásia

    “A questão de matar alguém é uma questão moral, descritiva (certo e errado) e prescritiva (devo ou não fazer algo, com base na minha descrição do certo e errado).
  Essa moral, quanto mais geral, melhor para as relações humanas.
   Obviamente, todos terão de abrir mão de alguma de suas vontades.
   Imagino que uma pessoa com vontade de matar outras quando essas o/a irrita, deverá refrear esse seu sentimento em prol da convivência.”
_____________________________________________
  Assim como você não quer que outros lhe imponham a maneira de pensar você não deve impor sua maneira de pensar aos outros, mas todos devemos defender nossas opiniões de preferência com boas argumentações.

  Nos inúmeros casos de obvia divergência, vivemos em um estado democrático e a maioria decide as leis que irão reger a nação.

  Enquanto a maioria não quiser uma maior flexibilização das leis que regem o aborto, não pressionará a classe política.
  As leis rígidas que temos hoje serão mantidas e todos temos que respeitar.
  Eu sou contra o aborto, mas entendo sua necessidade em nossa sociedade, por isso ☛defendo a flexibilização.



  No caso da eutanásia eu deixei bem claro que a pessoa ENQUANTO COM SAÚDE deve entender o que pode lhe aguardar na velhice ou em algum acidente grave que pode ocorrer a qualquer momento.
  Ela deve manifestar aos familiares seu desejo e este deve ser RESPEITADO.

  Meus familiares sabem o quanto prezo minha independência física, se for para viver gravemente debilitado ... prefiro descobrir o que tem do outro lado.

  Se for alguma doença que chega devagar como Alzheimer eu dou meu jeito...

  Minha preocupação é depender dos outros para pôr fim a minha vida e ter uma lei arbitrariamente impedindo médicos e familiares de cumprir o meu desejo.
[Em nome de uma religião ou um princípio moral que não é meu]

  Vamos falar de egoísmo?

  Tem pessoas que querem manter seu ente querido de qualquer jeito, isso não é egoísmo!?

  Eu conheço o suficiente minha esposa para saber que ela vai querer me manter vivo até as últimas consequências.
  Eu espero que ela não “seja egoísta” de realizar a vontade dela e não a minha.

  Se ela me ama ou tem respeito por mim, por maior que seja sua dor espero que “me desligue”.
 
  Por outro lado, por enquanto, minha esposa tem muito apego a vida, ela não quer ser “desligada” eu a amo e a respeito, obedecerei seu desejo.
  Vai doer demais em mim, não quero assistir minha esposa definhando aos poucos, mas se é sua vontade...

  Minha esposa teve uma experiência terrível que a fez balançar em suas convicções.
  Mesmo nova teve uma trombose na perna e passou momentos horríveis no Hospital.

  Ela viveu por algum tempo o que eu falo.

  Ficou totalmente dependente de terceiros e recebendo agulhadas dia e noite.

  Ela resistiu porque tinha boas chances de cura e 2 filhas pequenas, mas ela me disse que a dor foi tanta que teve momentos que preferia morrer.

  Imagine uma pessoa com os filhos já criados, em uma idade mais avançada e com baixas chances de cura.
  Se sair do hospital terá uma baixa qualidade de vida e alta dependência dos outros.
 
  Oras, é perfeitamente compreensível que muitos humanos cheguem à conclusão que em certas situação é melhor encerrar a vida.

  Ficar se apegando a que?

  A um livro sagrado ou ao “código moral” de algum ateu ou agnóstico?


▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬